Total de visualizações de página

domingo, 13 de fevereiro de 2011



POSSE

Declaro que ainda que eu possuísse teu corpo,
Forçoso me era possuir quem eu amasse sem me iludir.
Construí sonhos que nada poderiam destruir.
Quis sentir, quis ter o prazer de sofrer. É eu sei... Fui um tolo...
Sei que não tenho o direito de posse e lamento,
Também sei que possuir teu corpo não me fará ter o seu coração,
Resigno com o que pude tirar de você até então.
Não me falta egoísmo nas palavras e nas ações,
Mas afinal quem é que manda nos corações?
O sentimento de posse destrói o homem,
Trás insanos desejos e quaisquer sentimentos verdadeiros morrem.
O que posso fazer se foi assim que aprendi a amar você?
Querer te ter sem poder...


Dri

Um comentário:

  1. ... Quando reconhecer que o amor já se foi e nem chegou, que o que há é apenas uma passagem, é um sentimento sem elo e sem ligação, é o querer sem poder, é a dor do coração...

    Lindo! Adorei!

    ResponderExcluir