Total de visualizações de página

domingo, 2 de outubro de 2011

SOLIDÃO A DOIS


SOLIDÃO A DOIS



A NOITE COBRE O CÉU COM SUA ESCURIDÃO COSTUMEIRA,
A SOLIDÃO, O MEU CORAÇÃO DA MESMA MANEIRA,
TENTO ENCONTRAR SENTIDO NO ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADA,
NÃO QUERO ESTAR SÓ, QUERO AMAR E SER AMADA.
APEGO-ME AS LEMBRANÇAS E DESEJOS,
APAGO O PRESENTE E ALGUNS MOMENTOS,
PORQUE ME DEIXAS AQUI COM VOCÊ SOZINHA?
NÃO CONSIGO ME DIVIDIR, QUANDO ME ACOSTUMEI A SOMAR UM MAIS UM,
AONDE ESTA A PROMESSA DE SERMOS DOIS, QUANDO SÓ EXISTE UM?
AONDE ESTA VOCÊ AGORA?
ABANDONEI UMA GRANDE AMIGA MINHA “ A RAZÃO”
HOJE VIVO APENAS DE EMOÇÃO.
MAS SAIBA QUE AQUI DENTRO DESTA IMENSA ESCURIDÃO QUE ME COLOCASTES,
AINDA BATE UM CORAÇÃO!!

DRI 02/10/2011

5 comentários:

  1. Adorei a poesia... denota a essência de coisas que acontecem na vida... Lindo!

    ResponderExcluir
  2. Buterflay....sinto falta dos seus rabiscos.

    ResponderExcluir